Apoio UE ao reordenamento CAIS DO SODRÉ E CORPO SANTO

CAIS DO SODRÉ E CORPO SANTO Requalificação do Espaço Público é feita com o apoio de Fundos Europeus

Reordenamento Cais do Sodré e Corpo Santo


A obra levada a cabo pela EMEL no Cais do Sodré e Corpo Santo, enquadrada no Projeto de Requalificação da Frente Ribeirinha da Baixa Pombalina, foi selecionada entre as  candidaturas ao programa "Lisboa 2020”. Concretiza-se assim, com o apoio de Fundos Europeus, mais uma etapa da aproximação da cidade ao rio. 

Esta obra, agora em curso, foi projetada para criar uma nova lógica de circulação e vivência da Frente Ribeirinha: com maior conforto para quem se desloca a pé pela reconfiguração dos passeios, uma distribuição equilibrada do transporte público, ênfase na mobilidade suave e uma relação mais próxima com o rio.

A sua conclusão vai permitir um pleno usufruto dos espaços sociais, devolvendo à Praça Duque da Terceira, ao Jardim Roque Gameiro e ao Largo da Igreja do Corpo Santo a escala humana, o espaço para caminhar e respirar, de que cidadãos e visitantes necessitavam há muito.

As obras iniciaram-se em Setembro de 2015 e têm data prevista de conclusão a 28 de Março de 2017, encontrando-se já concluídas algumas infraestruturas bem como alguns pavimentos, de acordo com os faseamentos previstos.

O projeto tem um investimento total de 3.338.820,01€ com a comparticipação máxima do FEDER de 1.615.082,00€.