Mercado do Chão do Loureiro

O Mercado do Chão do Loureiro é um Parque de Estacionamento com capacidade de 195 lugares dos quais 32 são reservados para veículos eléctricos.

O antigo Mercado do Chão do Loureiro é agora um edifício recuperado, que na sua essência mantém a traça original do edifício mas que acolhe um moderno Parque de Estacionamento Multifuncional.

Parque do Chão do Loureiro

O projecto desenvolvido pela EMEL – Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, inclui a criação de 195 lugares de estacionamento, numa zona com grande carência de lugares de estacionamento, estando um piso preparado para o abastecimento de veículos eléctricos.Interior do parque

Este Parque, a par das suas múltiplas valências, é uma referência na utilização eficiente de energia e na utilização de fontes de energia renováveis (FER). Para tanto, e com vista à redução da dependência energética, foi instalada uma Central Fotovoltaica na sua Cobertura.Paneis solares

Com este inovador projecto, a EMEL pretende reforçar a oferta de estacionamento no centro histórico da cidade e introduzir um novo conceito de Parques de Estacionamento, que reúnem um conjunto de serviços de utilidade para os cidadãos.Vista de Lisboa

Assim, o rés-do-chão do Parque está equipado com um supermercado concessionado ao Grupo Jerónimo Martins, com a marca Pingo Doce, que é único naquela área. O restaurante e cafetaria, que incluem esplanada, foram concessionados ao Grupo Visabeira e oferece uma vista deslumbrante sobre Lisboa e o Tejo.

Outra das mais valias deste projecto, é a criação de um elevador panorâmico, que simplifica a ligação pedonal da Baixa ao Castelo.

Merece ainda destaque as obras de arte urbana que invadem os diferentes pisos do parque e que o tornam único. Cinco artistas nacionais de graffiti foram convidados para intervencionar os espaços, com obras criativas que irão surpreender os visitantes.Arte urbana

Veja a página do parque