EMEL 100% acessível

A EMEL, de forma a abranger todas as necessidades de mobilidade, constitui um Grupo de trabalho vocacionado para a reflexão da Mobilidade reduzida.

Este grupo criou e apresentou o programa "Lisboa 100% acessível”, que se concretiza, em duas grandes áreas: acções na sociedade civil e acções no âmbito restrito de competências da EMEL.

Com acções na sociedade civil:

  • Foi aprovado pela Administração da EMEL, a criação de um Projecto denominado "EMEL em MOVIMENTO” que visa apoiar anualmente a candidatura de uma iniciativa que tenha como objectivo contribuir para a melhoria da Mobilidade na cidade de Lisboa.
    Este Projecto é destinado a Instituições/Associações de deficientes que trabalhem na área da Mobilidade Reduzida e traduz-se no apoio financeiro para a concretização da ideia vencedora.
    Em 2013 o projecto vencedor foi da autoria da Associação de Retinopatia de Portugal, com a apresentação de um plano de detecção dos "pontos vermelhos” em Lisboa, que constituem obstáculos para pessoas com patologias da visão. A metodologia consiste no levantamento desses locais por equipas de pessoas com variados tipos de patologia de visão e por normovisuais, sendo no final apresentado um relatório com o levantamento de todos os pontos e com sugestões de medidas correctivas dos mesmos;
  • Colaboração em uma série de projectos nestas áreas. como é o caso da parceria feita com a Associação Salvador para a acção de sensibilização sobre a ocupação indevida de lugares para deficientes "Ocupe o seu lugar”. 

No que concerne às acções a desenvolver no âmbito das competências da EMEL:

  • Criação online de um canal de Mobilidade Reduzida, dirigido exclusivamente a cidadãos com mobilidade reduzida, no sentido de tornar a acção da Empresa mais abrangente e criando um impacto positivo real na vivência e deslocação das pessoas em Lisboa, fazendo uma convergência entre a gestão técnica do estacionamento e a componente humana de quem se desloca na nossa cidade;
  • Em simultâneo a EMEL avançou com a geo-referenciação de todos os lugares reservados a deficientes. Este mapa dos lugares para deficientes, os lugares indiferenciados sem matricula associada, está disponível online, aqui no site. Estará igualmente disponível na Aplicação EMEL Mobile e em todas as plataformas e/ou aplicações que manifestem interesse, sem qualquer contrapartida ou custo;
  • Lançamento de um programa de pintura de todos lugares destinados a deficientes, com a adequação da sinalética horizontal do logótipo legal de deficientes para um modelo com maiores dimensões, de forma a reforçar o impacto visual e uma barreira à transgressão. Esta campanha iniciada em Dezembro passado, estará concluída em Junho de 2014;
  • Incremento da fiscalização de estacionamento ilegal nos lugares para deficientes, passadeiras e passeios de forma a facilitar a deslocação pedonal, reforçando a sensibilização dos nosso fiscais, para que esta seja uma prioridade.